Ulisses Correia fez estas afirmações numa publicação efectuada ontem, 16,  na sua página oficial na rede social Facebook.

Na publicação, o primeiro-ministro apelou à mobilização dos cidadãos, famílias, organizações, empresas e sistema político.

“A situação a nível mundial é grave e tem impactos na saúde pública, na economia, nas pessoas. Apesar de não se ter registado nenhum caso positivo em Cabo Verde, tendo em conta a situação de pandemia, irei anunciar amanhã, 17 de Março, um conjunto de medidas restritivas nos transportes e de prevenção individual e social imprescindíveis para o reforço da prevenção”, anunciou.

Ainda na mesma publicação, Ulisses Correia afirmou que consultou a presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) e o presidente da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), ambos da oposição, “no sentido de um forte engajamento político dos partidos com assento parlamentar”.

Ulisses Correia e Silva, preside, esta terça-feira, a um encontro alargado entre o Governo e a sociedade civil, para traçar a melhor estratégia a adoptar na prevenção do Covid-19.

Em comunicado de imprensa, o Governo informa que pretende ouvir todos os actores directos ou indirectamente implicados nesta mobilização, para traçar “a melhor estratégia” a adoptar na concretização das medidas previstas, assim como a eficácia das acções já empreendidas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.