Na sua mensagem, Jorge Calos Fonseca afirmou estar a acompanhar “com atenção e muita preocupação” o desenrolar da pandemia do novo coronavírus, que se tem espalhado por todos os cantos do mundo, em particular pelos continentes onde reside e labuta a grande maioria dos cabo-verdianos emigrantes e descendentes.

“Apelo à serenidade de todos. Informação é poder e façamos todos por ter a informação correcta, fidedigna, descartando toda a informação errada causadora de dúvidas. Estejamos atentos, sejamos responsáveis e rigorosos no cumprimento das medidas de prevenção e contenção, contribuindo para a redução do ciclo de transmissão”, afirmou.

Aos concidadãos e descendentes, residentes e trabalhadores nos Estados, cidades e localidades do mundo, muito afectados pela pandemia do Covid-19, o Presidente da República endereçou uma “palavra especial de encorajamento e de conforto” e o seu “forte apelo para que se mantenham firmes”, com a esperança que é própria dos cabo-verdianos e vencedores de tantos desafios.

Jorge Carlos Fonseca frisou que perante esta doença “altamente infecciosa” que afecta a todos, é importante que sejam observadas todas as recomendações emanadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelas autoridades sanitárias dos países, que se traduzem em “duras medidas de contenção”, mas a forma “mais eficiente e certa” de se cuidar e cuidar dos outros, porque, neste momento, todos são vulneráveis ao novo coronavírus.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.