“Gostaria de chamar atenção que com esse aumento do números de casos na cidade da Praia, não temos estado a conseguir inverter a situação que tem estado a congestionar com situações de doentes graves”, disse a especialista ao fazer a actualização da situação epidemiológica no país.

A médica pneumologista considerou que a morte de um jovem de 18 anos de idade, residente na Cidade Velha, na sequência de infecção por covid-19 “é uma situação chocante por ser o primeiro caso de óbito nessa idade”.

Segundo Ofélia Monteiro o jovem, que não tinha nenhum antecedente patológico, tinha sido internado nas instalações da residência estudantil da Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV) no dia 20 de Julho e, na altura, não apresentava critérios de gravidade clínica que necessitasse de internamento a nível hospitalar e esteve bem durante todo esse período.

“No dia 30 de Julho começou com alterações no sistema nervoso central, sobretudo com fortes dores de cabeça a nível da nuca e começou também com alguma desorientação. No dia 31 foi contactado o hospital Agostinho Neto para a transferência do doente, depois de apresentar um quadro de febre”, explicou.

Ofélia Monteiro adiantou que, tendo em conta que o jovem apresentava sintomas sobretudo neurológicos, de imediato foi solicitado uma TAC ao crânio cujo resultado foi inconclusivo e na sequência foi realizado uma ressonância magnética nuclear do sistema nervoso central.

“Foi neste exame que foi detectada uma lesão “anoresnética” do vaso a nível do sistema nervoso central e essa lesão sangrou, ou seja, houve uma hemorragia subaracnoídea e todo esse contexto culminou depois com a morte do doente”, referiu a médica.

Ofélia Monteiro aproveitou a ocasião para apelar mais uma vez, a toda a população, a cumprirem com as normas adoptadas pelas autoridades de saúde, e lembrou que “os jovens também podem sofrer e morrer devido a esta doença”.

Cabo Verde registou hoje mais 36 novos casos da covid-19, todos na capital do país.

Neste momento o país contabiliza 2583 casos positivos acumulados, sendo que 1911 recuperados, 645 activos e 25 óbitos.

AV/HF

Inforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.