A informação foi avançada à Inforpress pelo presidente Carlos Silva, que garantiu que a autarquia já tinha tudo preparado para iniciar a desinfecção das ruas, mas devido ao pronunciamento da Organização Mundial da Saúde (OMS), alertando que a pulverização das ruas com desinfectante é perigoso e não eficaz, resolveram suspender.

Conforme assegurou, o produto que a autarquia vai usar para a desinfecção das instituições não é tóxico.

“Vamos começar pela câmara municipal e depois iremos para todos os serviços e instituições sociais, nomeadamente as Tendas El Shaddai, entre outras”, garantiu, acrescentado que a equipa de desinfecção vai ainda percorrer os centros comerciais, bem como outros serviços, designadamente bancários.

Nas ruas, vai-se analisar os pontos mais críticos para se avançar com a desinfecção.

A intenção é eliminar tudo aquilo que pode ser foco de infecção e aproveitar para sensibilizar, cada vez mais, as pessoas, no sentido de adoptarem todas as medidas de prevenção, tanto individuais como colectivas.

Tendo em conta que o município de Santa Cruz regista dois casos positivos da covid-19, o edil local apelou à população para evitar a aglomeração, frequentar a casa de outras pessoas e, por outro lado, adoptar medidas de distanciamento social e uso de máscaras.

Segundo o edil, a Câmara Municipal de Santa Cruz já disponibilizou aos Correios de Cabo Verde um espaço para evitar a aglomeração de pessoas no momento de pagamento de pensões, sobretudo nos finais de mês.

Em relação às instituições bancárias, Carlos Silva reconheceu que não se pode fazer o mesmo, mas apelou às pessoas para evitarem ir ao banco nas segunda e sextas-feiras, uma vez que se tem notado grande aglomeração de pessoas nesses dias.

Cabo Verde regista um total de 356 casos confirmados acumulados da covid-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago (297, sendo 289 na Praia, dois no Tarrafal, quatro e São Domingos e dois em Santa Cruz), da Boa Vista (56) e de São Vicente (três).

Destes casos testados positivos, há a registar 85 recuperados e três mortes – um cidadão inglês, na ilha da Boa Vista, e dois cabo-verdianos, na Cidade da Praia.

A ilha da Boa Vista está sem nenhum doente com infecção activa pelo novo coronavírus (covid-19), depois das últimas 26 amostras testarem negativas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 325 mil mortos e infectou quase cinco milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,8 milhões de doentes foram considerados curados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.