Óscar Santos avançou essa informação em declarações à Inforpress, indicando que a aposta no complexo hoteleiro abarca a introdução de um conjunto de alterações, que irá garantir a requalificação da praia da Gamboa.

“É um complexo hoteleiro que vai dar corpo àquela região, estando o projecto avaliado em 85 milhões de euros”, explicou, defendendo que quando os investidores escolhem a capital do país para grandes investimentos, a cidade tem que receber esses investimentos, tendo em conta as vantagens que os mesmos poderão trazer”, enfatizou.

De acordo com o autarca, a obra que já está em andamento, tem levantado alguns questionamentos por parte da população, sobre o seu formato e quem são os investidores.

“Esta situação é normal, mas já pedimos aos promotores que coloquem os outdoors, explicando os detalhes deste complexo, para que todos possam ter conhecimento”.

Segundo Óscar Santos, o investimento está a ser feito por um cabo-verdiano, em parceria com ingleses, mas não quis avançar, no entanto, nomes, indicando que futuramente o fará anunciando as respectivas identidades.

Entretanto, o edil clarificou que o complexo hoteleiro em apreço não tem nenhuma ligação com o projecto turístico integrado no ilhéu de Santa Maria, do empresário macaense David Chow, referindo, contudo, que um irá complementar o outro.

O projecto de David Chow está avaliado em 250 milhões de dólares que, segundo a CMP deverá proporcionar mais de dois mil postos de trabalhos directos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.