O pintor Wu Guanzhong, considerado o pai da arte moderna na China, morreu num hospital de Pequim, na sexta-feira, com 91 anos, noticiou hoje a imprensa local.

Wu Guanzhong, cujos quadros procuravam integrar as técnicas tradicionais com a pintura ocidental, estudou em França na década de 1940 e mais tarde ensinou na Escola de Belas Artes da Universidade Qinghua, em Pequim.

No ano passado, quadros de Wu Guanzhong foram leiloados por 31,7 milhões de dólares, referiu a agência noticiosa oficial chinesa.

Lusa

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.