Svetlana Tikhanovskaia, que se encontra refugiada na capital da Lituânia, disse num vídeo difundido hoje pela Internet que os protestos “pacíficos” durante os próximos dois dias devem denunciar a violenta repressão que atinge a oposição desde o passado domingo.

“Peço a todos os autarcas para organizarem nos dias 15 e 16 de agosto massivas concentrações pacíficas em cada uma das cidades da Bielorrússia”, refere o apelo da dirigente da oposição ao regime de Minsk.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.