O mandatário da lista, Emanuel Orlando Burgo, disse à Inforpress que esta candidatura é de “continuidade”.

Pois, lembrou, o cabeça de lista para a câmara municipal tem dirigido a câmara nos últimos três anos, após o pedido de suspensão do mandato do presidente Orlando Balla, e Fernanda Burgo vai manter como presidente para a Assembleia Municipal.

“É uma equipa de elementos para dar continuidade a uma Brava cada vez melhor e que cumpre na ía Lei da Paridade”, disse o mandatário, garantindo que a lista apresentada é uma lista Zebra.

Em relação à plataforma, o candidato Francisco Tavares sublinhou que a sua candidatura para o próximo mandato vai focar na área da educação e o reforço dos apoios sociais à habitação e mantendo a performance que já possuem no mandato que está a findar, relacionada com a saúde.

Anunciou ainda o foco na “preparação da ilha como destino turístico de qualidade”, acrescentando que é “necessário fazer de tudo para impulsionar todas as outras áreas da economia dos sectores primários, principalmente a pesca, a agricultura e a criação de gado” com o intuito de industrializar estas actividades e formalizar empregos nestas áreas.

Para além de Francisco Tavares, concorre à presidência da Câmara Municipal Brava, Clóvis Silva, pela lista do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV).

Para as eleições autárquicas de 25 de Outubro, estão inscritos nos cadernos eleitorais 4.830 eleitores.

MC/AA

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.