José Pedro Soares lançou este desafio no Colóquio “Tarrafal no contexto da ilha & do país”, promovido esta sexta-feira, na Cidade da Praia, num “Encontro Fidjus di Sto Amaro e na Praia”, tendo prometido trabalhar para a “criação de mais emprego para jovens, classificação das festas de Santo Amaro como património nacional e candidatura do ex-Campo de Concentração como Património Mundial”, de entre outras ofensivas.

Enalteceu o facto de o concelho ter entrado 2019 com o novo código de postura municipal, com o projecto de actualização matricial dos prédios urbanos do município, elaboração do Plano Estratégico de Desenvolvimento Turístico, Plano de Loteamento, Centro Municipal de Cuidados Intensivos “Graciosa” para acolher crianças com deficiência de entre um conjunto de iniciativas para o desenvolvimento.

O autarca ressalvou ainda que, de entre outras infra-estruturas, o município ganhou a Igreja Matriz de Santo Amaro Abade que dignifica o centro da cidade, ao mesmo tempo que constitui um factor de atracção do turismo religioso, bem como a entrega do ante projecto da orla marítima no Ministério da Infra-estruturas, de entre outros projectos focados, sobretudo nos jovens e famílias vulneráveis.

Já o presidente da comissão organizadora deste fórum, José Soares, deputado nacional, disse que pretende com este evento fazer um momento de reflexão do “torrão natal”, neste encontro que reuniu os “filhos de Santo Amaro e Amigo do Tarrafal” nesta cidade que acolhe um número significativos de quadros proveniente do município, enquanto uma oportunidade para a promoção do Tarrafal.

O colóquio teve único painel “Município do Tarrafal no contexto da ilha e do país: Sua contribuição e contributo dos seus quadros no desenvolvimento do concelho e do país”, e teve como oradores o antigo edil tarrafalense João Domingos Correia e o ex-autarca do concelho da Praia e presidente das plataformas das ONG, Jacinto Santos.

Santos explanou sobre o tema “Que economia para gerar empregos sustentáveis e dignos: um novo paradigma de governação de governação territorial – o caso do Município do Tarrafal”.

O colóquio contou com a parceria do Município do Tarrafal e encerra-se no sábado com um torneio quadrangular denominado “Taça Santo Amaro”, a ser disputado no Quartel Escola de Polícia Nacional, envolvendo as equipas de tarfalenses na Praia, Amigos do Tarrafal na Praia, Policias/Militares/ Segurança de Tarrafal e Câmara Municipal do Tarrafal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.