Piratas informáticos, que se auto-intitulam como os Anonymous Cabo Verde, atacaram no passado fim-de-semana, entre os dias 10 e 11 de Março, o site da Electra. A informação foi avançada pelo jornal “A Nação” na edição impressa, mas também no site dos piratas.

O jornal “A Nação” na edição impressa de nº237 traz um artigo com a informação de que o “grupo de piratas informáticos Anonymous Cabo Verde atacou e derrubou a página da Electra”. Esta informação é inclusive confirmada pelo director do Sistema de Informação da empresa de água e electricidade nacional, Emanuel Spencer.

 O mesmo responsável esclarece ainda que “já suspeitava que poderíamos (Electra) vir a ser um alvo de ataque porque a Electra está na mira de qualquer cabo-verdiano devido a situação actual”.

O ataque ao site da Electra é confirmado no site do grupo Anonymous Cabo Verde via o Twitter “ANONYCABOVERDE”. No dia 6 de Março, este user escreveu:” temos algo em mente estão pronto(s)?...”. Quatro dias depois, no dia 10,  AnonyCaboVerde escreveu: “Electra.cv fora de serviço e vai continua o dia todo ... garanto ...” (texto copiado na íntegra do site do grupo)

Entretanto o site da Electra já se encontra operacional. Emanuel Spencer, em declarações ao “A Nação”, diz que este ataque pode estar ligado ao facto do site da empresa estar ligado ao portal institucional “Porton di Nos Ilha” (onde o utilizador pode efectuar pagamentos de facturas online, por exemplo). Contudo Spencer garante que não será possível, através da Electra,  “abrir nenhuma brecha” para atacar o referido site.

Quem são os Anonymous Cabo Verde?

No site deste grupo de piratas informáticos é possível ler que se trata de “um grupo criado por caboverdianos que não querem deixar as sugeiras que corompem o nosso pais passar em vão, estamos prontos para lutar independente das consequencias,” (texto copiado na íntegra do site do grupo).

A presença deste grupo no país foi noticiada pelo jornal "A Nação". Os piratas terão inclusive ameaçado atacar os servidores das redes nacionais e com isso deitar abaixo o sistema bancário, o INPS ou quem sabe a Casa do Cidadão.

Anonymous no Mundo

Anonymous é um movimento que surgiu na Internet em 2003. Apelidados pelas autoridades como hackers ou piratas informáticos são conhecidos pelos seus ataques a diversas instituições como é o caso da agência norte-americana de informações (CIA) ou do próprio Vaticano.

Não é um grupo centralizado e alegadamente existem várias células em diferentes países que defendem pertencer ao Anonymous. Num dos sites desta rede, é defendida a tese de que o Anonymous é uma rede descentralizada de pessoas voltadas para a promoção do acesso à informação, à liberdade de expressão e à transparência. O grupo fez as manchetes internacionais, expondo a Igreja, apoiando movimentos anti-corrupção no Zimbabué e na Índia, e fornecendo plataformas onde os iranianos podiam, por exemplo, criticar seu governo.

@SAPO

Foto@Site Anonymous Cabo Verde

Veja ainda:

Site da CIA em baixo após ataque do Anonymous

Protestos contra acordo anti-pirataria saíram à rua

Anonymous retalia encerramento de Megaupload com maior ataque de sempre

Piratas informáticos da Anonymous atacam site do Vaticano