Página gerada às 01:25h, sexta-feira 28 de Julho

A nova Atari é uma peça moderna de decoração que recupera o encanto retro dos anos 80

17 de Julho de 2017, 10:34:14

A Atari prometeu o lançamento de uma nova consola na última edição da E3, mas para além de um teaser de 20 segundos, que serviu de pouco para matar as saudades dos fãs da marca, a empresa não revelou mais detalhes.

Na altura, um dos pormenores que ficou, no entanto, foi a estrutura deste novo produto, que recupera a madeira como material de construção, à semelhança da Atari 2600, que começou por fazer carreira na década de 80.

Mas há boas notícias. Esta segunda-feira, a empresa norte-americana decidiu interromper o período de espera, publicando as primeiras imagens da consola. "O nosso objetivo é criar uma coisa nova, que se mantenha fiel à nossa herança ao mesmo tempo que atrai novos e velhos fãs da Atari", escreveu a tecnológica num comunicado enviado à comunidade de fãs.

As primeiras fotografias exibem um sistema de design moderno, que esbate a linha entre um equipamento eletrónico e uma peça de decoração, mas que mantém linhas evidentes do aspecto adotado pela velhinha 2600.

Um dos pormenores que mais salta à vista é o logótipo da empresa, que brilha no painel frontal da consola. Este, por sua vez, poderá ser desenvolvido também ele em madeira, ou em vidro.

Sabe-se ainda que o sistema vai integrar suporte para cartões SD e uma porta HDMI, quatro entradas USB e que esta nova consola chegará ao mercado com o nome de Ataribox. Uma das versões será em madeira e a outra em vermelho e preto.

A Atari pretende disponibilizar os videojogos clássicos, que lhe valeram a fama noutros tempos, mas adianta que há planos para desenvolver "conteúdos atuais".

Os preços e as datas de lançamento ainda não foram confirmados. "Nós sabemos que vocês estão com "fome de detalhes", no que toca às especificações, jogos, preços, datas, mas nós não estamos a provocar-vos intencionalmente; queremos que recebam isto em condições e, por isso, optámos por publicar informações a um ritmo mais lento, à medida que transformamos isto num objeto real e ouvimos o feedback da comunidade Atari".

Comentários

Critério de publicação de comentários

 

SAPO Jornais