Página gerada às 06:43h, domingo 20 de Agosto

Utilização de internet pelas famílias sobe em Macau em 2016

20 de Março de 2017, 15:20

Mais de 67.500 famílias, ou 88,6% do total, de Macau usaram a internet no ano passado, o que indica que esta utilização "se tornou mais popular", referem dados oficiais hoje divulgados.

Ao longo do ano passado, 67.600 agregados familiares utilizaram a Internet, o equivalente a 88,6% do total, crescendo 2,3 pontos percentuais em termos anuais, o que “indica que a utilização da Internet entre os agregados familiares se tornou mais popular”, sublinha o inquérito ao uso de tecnologia informática dos agregados familiares.

A taxa de penetração da internet em Macau atingiu 81,6% no ano passado, aumentando quatro pontos percentuais face a 2015, indica o estudo da Direção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC).

Na faixa etária entre os 25 e os 34 anos, a taxa de penetração da internet alcançou 97,1% (mais 2,1 pontos percentuais face a 2015), acrescenta.

Segundo a DSEC, 77.900 agregados familiares acederam à internet através da banda larga de fibra ótica - o dobro face a 2015 (mais 115%) face a 2015 –, enquanto 71.200 ligaram-se à rede global através da banda larga fixa, número que traduz uma diminuição homóloga de 36,2%.

Os mesmos dados indicam que 499.900 indivíduos utilizaram a internet, valor que traduz um aumento de 6,2% relativamente a 2015.

A DSEC destaca que mais de metade dos indivíduos com idade igual ou superior a 55 anos (50,8%) utilizaram a internet em 2016, ou seja, mais 5,2 pontos percentuais em termos anuais homólogos.

Em relação à frequência de utilização da internet, o inquérito registou uma descida de 1,2 pontos percentuais em relação a 2015, com 93,2% dos utilizadores a aceder à internet diariamente.

Em termos de finalidades de uso, a maioria dos utilizadores (91,5%) usou a Internet "para comunicar" ou para “pesquisas de informação” (61,3%).

O inquérito mostra que 75.800 utilizadores fizeram compras ‘online’, o que reflete um aumento de 21,7% em termos anuais homólogos.

A mediana da despesa em compras na Internet cifrou-se em mil patacas (cem euros) no quarto trimestre – montante idêntico ao do mesmo trimestre de 2015.

O acesso à internet por telemóvel aumentou 0,6 pontos percentuais, em termos anuais, enquanto o acesso por computador desceu 1,1 pontos percentuais face a 2015, “devido à disponibilização mais acessível de aplicações noutros equipamentos nomeadamente, nos telemóveis”, refere a DSEC.

A amostra abrangeu 1.974 unidades de alojamento ocupadas, com indivíduos de idade igual ou superior a três anos, e foram realizadas 1.574 entrevistas no quarto trimestre de 2016, indica a DSEC.

O período de referência da utilização de tecnologia informática corresponde aos últimos três meses anteriores à entrevista.

Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

 

SAPO Jornais