Página gerada às 20:14h, sexta-feira 17 de Novembro

Banco Africano de Desenvolvimento quer mais projetos de Energia e Agricultura na CPLP

14 de Novembro de 2017, 13:27

A energia e a agricultura são dois setores em que o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) pode cooperar e ajudar a financiar projetos nos países lusófonos, considerou hoje em Lisboa o presidente desta instituição financeira.

"Damos muito apoio aos países lusófonos, e tivemos ótimas discussões com o Ministério das Finanças de Portugal e com a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) para ver como podemos caminhar juntos para aumentar o apoio aos projetos nos países lusófonos, que atualmente é de 2,1 mil milhões de dólares", disse Akinwumi Adesina no final de um encontro em Lisboa, na sede da CPLP.

"Pensamos que há muitas oportunidades para ajudar em vários setores, como a energia, a agricultura, os investimentos privados e a governança económica, que são áreas onde a CPLP também está envolvida, e por isso viemos aqui para ver como podemos cooperar melhor", disse Adesina.

"Somos um parceiro estratégico para acelerar o desenvolvimento", vincou o antigo ministro da Agricultura da Nigéria, que ocupa a presidência do BAD desde 2015.

Para isso, sustentou, é importante “ver como aproximar os países lusófonos com o BAD, com a CPLP e com os governos e pensar numa estrutura de investimentos, quais os setores mais carenciados, tirar risco aos projetos e como fazer as coisas acontecerem”.

"Podemos fazer muito mais pelos países lusófonos, e é para isso que estou aqui", disse o presidente do BAD, que na segunda-feira esteve reunido com o ministro das Finanças de Portugal e com as principais empresas nacionais a operar em vários países africanos lusófonos.

Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

 

SAPO Jornais