Página gerada às 20:18h, sexta-feira 17 de Novembro

Santa Catarina: Obras de requalificação da cidade de Assomada arrancam no início de novembro

16 de Outubro de 2017, 18:23

As obras de requalificação do centro da cidade de Assomada, que integram asfaltagens e pavimentação das vias centrais (rua pedonal), arrancam no início de novembro, garantiu hoje em Assomada o edil José Alves Fernandes.



Trata-se de uma obra que integra a Avenida da Liberdade (conhecida por “avenida dos bancos”), a rua pedonal (o troço de artéria entre a Caixa Económica e o Mercado do Pelourinho), cujo projeto está orçado em quase 145 mil contos com recurso à banca, e as obras deverão ter a duração de 180 meses.

O autarca deu esta garantia hoje à imprensa, após a assinatura do contrato com a empresa vencedora do concurso de requalificação do centro histórico de Assomada, afirmando que para a equipa camarária e para o município de Santa Catarina, hoje “é um dia especial e marcante” e vai fazer com que “brevemente” a cidade esteja “remodelada, infraestruturada e embelezada”.

Beto Alves (nome pelo qual é também conhecido) reiterou que a prioridade da sua gestão “é efetivamente a requalificação do centro histórico da cidade de Assomada, tornando-a mais embelezada, atrativa, dinâmica e moderna e que dá prazer em viver, visitar e investir”.

“Santa Catarina, cidade de Assomada nos próximos meses vai ganhar uma nova dinâmica e atratividade que queremos, comprometemos e que projetamos”, disse, sublinhando que à volta desta obra está “muita ansiedade no e fora do concelho, como ainda na diáspora”, mas que, no entanto, com este ato tranquilizam os munícipes.

Por seu turno o representante da empreiteira vencedora do concurso, José António Leitão Dias, disse que a obra que é “muito querida e ansiada” pela população, só vai ser possível ser feita se todos colaborarem, ou seja, a empreiteira precisa de apoio de todos, da autarquia e dos munícipes.

O responsável augurou sucessos à obra, tendo em conta que Santa Catarina vai ter a ganhar com a mesma, que vai trazer uma “nova dinâmica” em circulação e comercial.

“Vamos fazer de tudo para que o município tenha mais uma infraestrutura de grande qualidade”, enfatizou.

No ato da assinatura estiveram presentes o presidente da Assembleia Municipal, eleitos municipais, vereadores e munícipes.

SAPO c/ Inforpress

Comentários

Critério de publicação de comentários

 

SAPO Jornais