Página gerada às 04:24h, sexta-feira 24 de Novembro

Santo Antão: Amupal pretende revitalizar cultivo de uvas no Planalto Leste para produzir vinhos

13 de Setembro de 2017, 13:19

A Associação das Mulheres do Planalto Leste (Amupal), em Santo Antão, continua à procura de parcerias para incrementar a produção do vinho nessa localidade, precisando, nesta altura, de uma verba de dois mil contos para avançar com o projeto.

Com essa verba, a Amupal pretende revitalizar o cultivo de uvas nessa localidade, através da recuperação dos terrenos e de construção de um pomar, e formar as mulheres, criando assim as condições para a produção do vinho, uma indústria que, segundo a direção dessa associação, “tem tudo para dar certo”.

A Amupal que, desde 2016, tem na forja o projeto sobre a produção do vinho, acredita que Planalto Leste, onde existe uma importante produção de uvas, porém desaproveitada pelos próprios agricultores, tem potencialidades para se desenvolver esta indústria.

Numa primeira fase, as mulheres do Planalto Leste apostam num projeto semelhante ao que se desenvolveu no Fogo com a produção do vinho “manecom”, contando já com a parceria de alguns produtores foguenses, sobretudo a nível de formação.

Além do vinho, a Amupal pretende também apostar na produção de sumos, através de transformação de produtos agrícolas locais.

No Planalto Leste, produz-se, em abundância, maçã e marmelo, produção igualmente desaproveitada pelos agricultores.

Amupal espera ainda conseguir as parcerias para a transformação desses produtos para produção de sumos, segundo apurou a Inforpress junto dessa associação.

Os agricultores em Santo Antão dizem acreditar que a indústria do vinho pode, efetivamente, ser incrementado nesta ilha, com o aproveitamento das culturas de uvas existentes em algumas localidades.

Para a concretização dos projectos em carteira, a Amupal deseja contar ainda com o apoio do Ministério da Agricultura e Ambiente.

SAPO c/Inforpress


Comentários

Critério de publicação de comentários

 

SAPO Jornais