Página gerada às 14:11h, sexta-feira 22 de Setembro

Associação da Ásia-Pacífico defende melhor distribuição do turismo

13 de Setembro de 2017, 11:28

O diretor executivo da Associação de Turismo da Ásia-Pacífico disse hoje, em Macau, que há muitas cidades com excesso de visitantes, fenómeno que defende ser necessário contrariar com “uma melhor distribuição do turismo”.

“Há muitas cidades atualmente a sofrer de excesso de turismo. Algumas famosas como Veneza ou Barcelona, mas há muitas outras no mundo [como por exemplo] Reiquejavique, e mesmo aqui na Ásia, Bali é um bom exemplo”, disse.

Mario Hardy falava à margem da abertura do Simpósio da Juventude da Associação de Turismo da Ásia-Pacífico (PATA, na sigla inglesa), no Instituto de Formação Turística de Macau.

A sustentabilidade e capacidade para receber turistas é um dos temas recorrentes em Macau, uma cidade com cerca de 30 quilómetros quadrados e que nos últimos anos tem recebido mais de 30 milhões de visitantes.

Sem referir diretamente o caso de Macau, Mario Hardy afirmou que “há boas soluções” para lidar com o excesso de turismo.

“Alguns países têm sabido implementá-las. É algo que nós na PATA temos vindo a promover há quase quatro anos, e que chamamos de dispersão do turismo ou de melhor distribuição do turismo”, acrescentou.

Para o diretor executivo da PATA, os destinos turísticos devem “fazer um muito melhor trabalho a promover, não só um único ponto de interesse, mas sim múltiplas atrações”.

“Há muito mais na Indonésia do que Bali”, disse, a título de exemplo.

Na abertura do simpósio da juventude, Mario Hardy falou para uma plateia composta maioritariamente por alunos do Instituto de Formação Turística, incluindo alguns internacionais.

Além de Mario Hardy, o Simpósio da Juventude da PATA incluiu oradores como o diretor executivo da Air Asia, Tony Fernandes, JC Wong, embaixadora profissional de turismo jovem da PATA, e a presidente do Instituto de Formação Turística, Fanny Vong.

O evento está integrado na PATA Travel Mart, feira de turismo promovida pela PATA, que decorre em Macau até sexta-feira, com a participação de mais de 1.000 delegados de mais de 60 destinos.

Macau é membro da PATA desde 1958. A associação dedicada à promoção da indústria de turismo e viagens na Ásia Pacífico foi fundada em 1951 e tem, entre os seus membros, 95 entidades governamentais de turismo, 29 companhias aéreas internacionais, aeroportos e operadores de cruzeiros, 63 instituições de ensino de turismo e centenas de companhias de turismo da Ásia Pacífico.

Lusa

Comentários

Critério de publicação de comentários

 

SAPO Jornais