Página gerada às 05:57h, sexta-feira 18 de Agosto

Santo Antão: Obras de recuperação dos terrenos agrícolas previstas para dentro de um mês – responsáveis

11 de Agosto de 2017, 12:50

Os apoios prometidos aos agricultores em Santo Antão na recuperação das suas propriedades agrícolas danificadas há quase um ano, durante as cheias de setembro, podem chegar ainda em agosto ou nos princípios de setembro.

O Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) e os municípios de Santo Antão devem, em breve, assinar contrato-programa no âmbito do qual as autarquias se vau encarregar de proceder às intervenções nos terrenos, segundo um responsável deste ministério em Santo Antão.

No caso do Porto Novo, o delegado do MAA, Joel Barros, confirmou que os trabalhos de recuperação dos terrenos vão estar a cargo da edilidade porto-novense, no âmbito de um contrato-programa.

O edil do Porto Novo, Aníbal Fonseca, assegurou que, apesar de ainda não se ter assinado o contrato-programa, as intervenções nos terrenos, que incidirão, nomeadamente, em Alto Mira, poderão começar dentro de um mês.

Durante o furacão Fred, em 2015, e a tempestade de setembro de 2016, os terrenos agrícolas em Alto Mira sofreram danos significativos, mas ainda, segundo o representante dos lavradores, Jailson Neves, os agricultores continuam a aguardar pelos apoios prometidos na recuperação das suas propriedades.

Da mesma forma, na Ribeira das Patas, os agricultores têm estado à espera de apoios para a recuperação das suas parcelas, danificadas durante as inundações de 2016.

Na Ribeira Grande, o autarca Orlando Delgado acredita, também, que, em breve, as intervenções estarão a ser feitas, para atender à preocupação dos agricultores que se têm queixado da falta de apoios na recuperarão das suas propriedades.

 

SAPO c/Inforpress


Comentários

Critério de publicação de comentários

 

SAPO Jornais