Página gerada às 01:45h, sexta-feira 28 de Julho

Cabo Verde integra missão da Comissão de Eleições da CEDEAO à Serra Leoa e Libéria

17 de Julho de 2017, 17:24

A presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Maria do Rosário Pereira integra a missão de uma delegação da Comissão de Eleições da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (ECONEC -CEDEAO) à Serra Leoa e Libéria.

A missão, de que faz parte também o chefe da comissão eleitoral de Burkina Faso e um representante do Instituto Eleitoral para a Democracia Sustentável em África (EISA), está hoje na Libéria para uma visita de três dias, com o objetivo de solidarizar-se com o país e apoiar no processo eleitoral que se realiza em outubro próximo, segundo fonte institucional da CEDEAO.

Antes de viajar à Libéria, a delegação liderada pelo presidente da ECONEC, Mahmood Yakubu e apoiada pela Iniciativa da Sociedade Aberta para a África Ocidental (OSIWA), a Comissão Eleitoral Independente (INEC) da Nigéria e o Instituto Eleitoral para a Democracia Sustentável em África (EISA) esteve em Freetown, Serra Leoa, durante cinco dias.

Durante a sua estada naquele país, segundo a CEDEAO, a missão que tinha como propósito reforçar a confiança e apoiar os esforços para tornar as eleições de março de 2018, no país, “credíveis e pacíficas”, realizou consultas com vários intervenientes no processo, nomeadamente a CNE, os partidos políticos, o procurador-geral da República, os ministros da Justiça e dos Assuntos Internos, o coordenador de Segurança, entre outros.

No final, Mahmood Yakubu elogiou as partes interessadas pela paz em Serra Leoa após a guerra civil que devastou o país, tendo realçado que ficou ciente que os membros da ECONEC serão abordados para apoiar o processo eleitoral do próximo ano.

A CEDEAO criou a ECONEC em 2008 para promover eleições credíveis nos Estados membros e também incentivar a harmonização gradual das leis eleitorais e das melhores práticas através da partilha de experiências e da aprendizagem por pares de boas práticas em questões eleitorais.

SAPO c/ Inforpress

Comentários

Critério de publicação de comentários

 

SAPO Jornais