Página gerada às 14:34h, domingo 20 de Agosto

Cabo Verde é uma plataforma que pode servir para catapultar as empresas angolanas, diz presidente da APIEX

18 de Junho de 2017, 11:42

“Cabo Verde é uma plataforma que pode servir para catapultar as empresas angolanas na África Ocidental e exportar para a Europa e os Estados Unidos, porque tem alguns acordos com estes países”, disse ontem, 17, o presidente APIEX, Belarmino Van-Dúnem.



O presidente da Agência para a Promoção de Investimento e Exportações de Angola, (APIEX) disse à Inforpress que a instituição que dirige está em Cabo Verde para mostrar aos empresários o “novo país” assim como as oportunidades de negócios em terras angolanas.

Belarmino Van-Dúnem fez estas declarações à margem do Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, que está a decorrer na Cidade da Praia.

Belarmino Van-Dúnem reconheceu que, à semelhança do passado, Cabo Verde pode desempenhar uma “vocação transatlântica”.

“Se nos séculos 16  e 17 Cabo Verde conseguiu fazer o link entre os vários continentes, por que razão, agora, com uma maior modernidade, facilidade de transportes  e maior capacidade   em termos de formação do pessoal, não fazer o mesmo?” interrogou-se o presidente da APIEX.

Segundo ele, o seu país está na Praia para contactar o empresariado cabo-verdiano e todos os que estão interessados, “quer em investimentos de Angola em Cabo Verde, quer também investimentos cabo-verdianos em Angola”.

Além de empresários, a delegação angolana é, ainda, integrada pelo vice-governador da província de Luanda, o que, de acordo com Belarmino Van-Dúnem, revela a importância que o seu país deu ao encontro empresarial da Praia.

Segundo a agência Lusa, Portugal vai acolher o próximo encontro de empresários entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

João Proença, da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), adiantou que a escolha de Portugal como próximo anfitrião da iniciativa foi tomada durante uma reunião das agências de investimento dos países lusófonos e da China que antecipou o primeiro dia do Encontro de Empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, que decorre até domingo na Cidade da Praia. 


SAPO c\ Inforpress

Comentários

Critério de publicação de comentários

 

SAPO Jornais