Página gerada às 13:29h, terça-feira 28 de Fevereiro

Equipa do MCC em Cabo Verde para lançar processo de avaliação do impacto do projecto WASH

11 de Janeiro de 2017, 16:44

 Uma equipa do Millennium Challenge Corporation (MCC) encontra-se em Cabo Verde para o lançamento do processo avaliação do impacto do projeto Água, Saneamento e Higiene (WASH), executado no âmbito do II compacto do Millennium Challenge Account-Cabo Verde (MCA–CV).

Nesta quinta-feira, 12, a equipa vai estar reunida com os principais intervenientes do setor de água e saneamento num workshop para recolher as contribuições e os subsídios para elaboração do desenho da metodologia de avaliação de impacto do projeto.

Em declarações à Inforpress, a diretora-adjunta do MCC, Joana Brito, lembrou que o projeto WASH tem o seu foco nas reformas, designadamente institucionais, legais, pelo que salientou que os resultados não são imediatos.

“O que a equipa de avaliação está a fazer, neste momento, é o lançamento do início do processo de avaliação do impacto…Ver os impactos esperados e o que já se conseguiu até agora e recolher contribuições e subsídios para elaboração do desenho da metodologia de avaliação de impacto do projeto”, explicou, indicando que o projeto está ainda em implementação, estando a conclusão prevista para Novembro deste ano.

O projeto WASH é composto de duas componentes, sendo uma das infraestruturas que contempla a construção de várias infraestruturas do setor água e saneamento, nomeadamente redes e ligações domiciliarias.

Algumas das obras já estão concluídas, como a extensão da rede de água a nove bairros da ilha Vicente, a obra que visava extrair o excesso de fluor na água que a população consome na ilha da Brava e o projeto fez a substituição da rede que liga São Filipe a Patim na ilha do Fogo.

O projeto contemplou também a componente de Fundo de Acesso Social ,que fez ligações domiciliárias de água nas ilhas de Santiago, São Vicente e Santo Antão tendo sido realizadas cerca de 4300 ligações, beneficiando cerca de 27 pessoas.

O projeto WASH é financiado no âmbito do II compacto do MCA-CV em 41 milhões de dólares. Para componente infraestruturação, foram destinadas 21 milhões dólares, dos quais cerca de 70 por cento estão já despendidos.

A parte restante já está toda contratualizada e aguarda-se pelo desembolso que deve acontecer na conclusão das atividades, segundo explicou Joana Brito.

SAPO c/ Inforpress

Comentários

Critério de publicação de comentários

 

SAPO Jornais